Instagram

terça-feira, 1 de julho de 2008

três kombis e um curral

Giving hope to children in Brazil.
Canaan Land Ministries

e o número de uma conta, um endereço, um telefone.
Era essa a inscrição no cartãozinho que a mulher de moletom peludinho, que falava com um sotaque misturado e tinha um olho cheio de uma fé em desuso nos dias de hoje nos entregou.
Ela e sua equipe cuidam dos machucados dos joelhos e dos corações daquelas crianças, e querem que tudo seja como numa família. Chama-se Viktoria Fulop, ou simplesmente Vitória, nasceu na Hungria e é vice-presidente do Instituto Canaã, que fica em Entre Rios. "É bom quando eles saem daqui e lembram da gente, alguns ligam quando casam e outros trazem os filhos para conhecer a fazenda e dizem com orgulho: foi aqui que eu cresci", conta.
Mariane, Luana, Paulo, Luquinha, Ewerton. Todos juntos, numa coisa só.
Vai saber quantas feridas estão ali, atrás dos sorrisos e dos abraços sem fim que eles nos dão?
E é tão bonito ver pessoas como os apoiadores dessa ONG, que se dedicam um tanto, para dar esperança às crianças do Brasil, as que não têm o colinho da mãe (embora nem sempre com os melhores métodos, mas ao menos com atitudes).
O irônico ( ou ridículo?) é que enquanto alguns vêm de longe para atos desse gênero, outros tantos jovens brasileiros não lembram que são latino-americanos, filhos de uma nação desigual e se vão em intercâmbios (não)culturais, para passear e se encher de coisas inúteis, ou ainda para trabalhar em demasia em busca de mais dinheiro para mais aquisições que vão entupi-los de coisas que não precisam. Sem desejos maiores que curtir, sem preocupações maiores que consumir. Não posso afirmar o sentido da vida, mas há de ser mais do que acumular. É preciso dividir, fazer sorrir. Sim, há de ser.
Tem que ser.



ps: O Instituto Canaã é uma espécie de Casa Lar, que cuida de crianças órfãs ou afastadas dos familiares. Existe há mais de trinta anos e aceita voluntários.
Texto e foto: Scheyla Horst.
Visita em 01 de julho de 2008.

Nenhum comentário:

Postar um comentário