Instagram

domingo, 17 de junho de 2012

Não existe amor em Guarapuava

É tão interessante ver atitudes contra a mesmice em Guarapuava - talvez por serem raras. Há alguns meses, tenho percebido as mesmas frases em diferentes muros, seguindo a ideia dos grafites que ilustram o vídeo da canção Não Existe Amor em SP, do Criolo. Muros "onde os grafites gritam".


O movimento foi iniciado pelo artista plástico Ygor Marotta, em 2009. Segundo ele, "é um pedido, uma imploração (mas com educação) em meio à toda agressividade, indiferença e velocidade de uma metrópole como São Paulo. Uma proposta que tenta fazer com que o observador se surpreenda com o conteúdo da frase inserida no âmbito urbano, reflita por um tempo, ou pelo menos abra um sorriso no momento da leitura e passe adiante a mensagem".











3 comentários:

  1. ao amor, ao lazer, ao divertimento do homem médio de GUARAPUAVA, onde está? está em lugar nenhum.

    ResponderExcluir
  2. A foto do cemitério ficou sensacional.
    Atitudes raras e lindas.

    ResponderExcluir