Instagram

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Cores escondidas

Novamente digo que a beleza não é luxo, mas uma necessidade de todos os seres humanos. Veja o exemplo de Dona Tereza e Seu Eduardo: eles são pessoas do tipo mais humilde que se pode encontrar nas ruas da cidade. Tiram o sustento dos descartes alheios, coletando materiais recicláveis para vender ou reaproveitar. Vários objetos são incorporados pela família e passam a ser parte da paisagem do pequeno barraco de dois cômodos onde o casal mora. Quem olha sem atenção para a casa, pode ver apenas sujeira e miséria. No entanto, ao observar a estante, perceberá embalagens de xampus Seda que esparramam cor no ambiente. Será que são só plásticos vazios? Ou são poesias que acalentam olhos cansados no fim do dia?


4 comentários:

  1. Um mosaico de cores! Que bonito! Isso é saber enxergar a beleza do outro.

    ResponderExcluir
  2. Minha palavra de verificação foi 'dinspu'. Qualquer semelhança com xampu é mera coincidência. Hehe

    ResponderExcluir
  3. Que bom que alguém olhou com atenção para a casa. =)

    ResponderExcluir