Instagram

terça-feira, 26 de maio de 2009

seja o que flor

Mas deixa que seja e quando for vai ser de um jeito melhor. O dia respira ofegante, ou suspira aos prantos, mas chega a um ponto em que tanto faz. “Tente esquecê do que é triste, amargo, incolor. Enxuga essa lágrima, menina. Não vale a pena. O mundo é assim mesmo, um furdunço, não vai mudá se você chorá. E nem se você corrê. Já foi dito que só tende a piorá. Se a vida é uma espera, já sabemo que só temo que esperá”. E se me permitir, eu te digo: Aquieta o peito, a culpa dessas discrepâncias não é tua, ou talvez até seja, mas só um tiquinho. A verdade é que é um pouco de cada ser vivente da terra. Mas só uns alguns sentem como você sente. Sempre foi assim. E sempre será.


Foto minha. Guarapuava-PR.

6 comentários:

  1. A foto é linda, adoro velhinhas, tenho vontade de abraçar todas.
    No texto, sabedoria de quem viveu e sabe do que está falando.

    =)

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Mi. Sempre gostei de velhinhas. Dá vontade de abraçar muuito muito muito...

    ResponderExcluir
  3. Vc tem uma sensibilidade fora do comum... Fora do comum.

    Ah... Mais dois textos lá do devaneismo... dá uma olhada q a tua opinião conta bastante.

    e continua chovendo...

    ResponderExcluir
  4. Parou de chover... Mas eu me molhei hoje...

    ResponderExcluir
  5. Palavras de uma sábia.
    Casamento perfeito entre palavras e imagem (linda, pra variar)

    Bjos =)

    ResponderExcluir
  6. Adorei a segunda frase. Demais. E fiquei arrepiada qdo li que a verdade é que é um pouco de cada vivente da terra.
    Massa!

    Bjos

    ResponderExcluir