Instagram

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Enquanto isso, por entre a cerca de madeiras assimétricas, o cachorro fugia.

Hoje, talvez só hoje, foi a cena que encucou. Na cabeça da mulher que lavava roupas num tanque sujo, e na minha muito mais. O momento lúdico antes do almoço, onde a brincadeira é um levar o outro num carrinho improvisado, através da poeira da rua esburacada, enfrentando os monstros e o dragão, além das barreiras do percurso, com risos e imaginação. (Sem hot weels, sem barbies, sem pokemóns). A simpatia deles era toda ao que tinham ao alcance das mãos.


Texto meu, foto minha. Morro Alto, Guarapuava-PR.

4 comentários:

  1. Sinto saudades
    =)
    Muito mais que imagina
    =*

    ResponderExcluir
  2. gosto da sua sensibilidade, scheyla.


    ps. flor, é encucar, sem o l. vem de cuca...
    beijoo

    ResponderExcluir
  3. E eles se divertem sem conexão com internet...
    Mais um texto legal =)

    ResponderExcluir
  4. E isso é saber enxergar oportunidades. Crianças sabem. Nós não.

    =*

    ResponderExcluir