Instagram

domingo, 7 de junho de 2009

Algum deles vai vingar?

E diga lá, quantos varais existem espalhados mundo afora? Neles devem estar penduradas roupas coloridas, quiçá velhas, junto a sonhos mal lavados que se sacodem ao fervor do vento gelado, se estendem de lá para cá, mas não alçam voo. Estão presos por grampos beges lascados. Dia desses eu vi o varal duma casinha na beira da estrada, rumo ao sudoeste do universo. Fez sol depois de uns dias intermináveis de céu-nublado-cor-de-saudade. Por isso, as roupas estavam vistosas, eufóricas. Pensei cá comigo, varal é uma coisa engraçada. Seja a pessoa endinheirada ou não, todos têm um parecido, na varanda ou no quintal. Com a mesma função: Segurar roupas. Sonhos.


Foto minha.

5 comentários:

  1. Então... quando a gte é bom, até um varal faz ficar bonito... ;)

    ResponderExcluir
  2. 'céu-nublado-cor-de-saudade' - genial.
    Dias como esses são bem comuns em fins de outono e começos de inverno...

    beijo

    ResponderExcluir
  3. Só vc para perceber o tanto de significado em sutilezas. Os grampos beges lascados foi o melhor.

    Adorei ;)

    ResponderExcluir
  4. "Estão presos por grampos beges lascados" e "céu-nublado-cor-de-saudade"... que bem bom!

    ResponderExcluir