Instagram

sábado, 26 de maio de 2012

Achados antigos

Eu escrevi isso em agosto de 2008 e encontrei aqui nos rascunhos do blog. É provável que o eu que posta o texto não seja o eu que escreveu. É engraçado... (clique em mais informações).
Aqueles dias em que você acorda pela consciência. Porque deve, mesmo tendo quitado as dívidas. E tudo começa estranho, sem incentivos maiores, sem palpitações perceptíveis dentro da caixa toráxica. Qualquer música desvia a atenção, e os olhos por mais de quatro vezes param a olhar o nada, o tudo, o horizonte distante. Um dia cinza, mesmo que azul, rosa, cor-de-ontem. Nuvens pesadas de ilusão, de chuva, que correm por você e não te permitem ver o que há depois. E você acha que é o único a sentir esse tipo de vazio. Um vazio que parece pesado. Não, fique aliviado, outra pessoas sentem também.

2 comentários:

  1. não sei se me alivia ou se me preocupa. não sei. mas às vezes penso que até o vazio compartilhado parece menos vazio.

    beijomeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como vai, Flávia? Eu não entendi, você está se sentindo muito só ou muito só é pouco? Espero que você esteja bem. Se estiver à fim de papo, estou aqui. Beijos e abraços. Mago.

      Excluir