Instagram

quinta-feira, 1 de abril de 2010

E no meio de tanta gente - Parte V

Para quando o sol desistir de sair: "João, o guarda-chuveiro", se é que existe esse título... Ele busca em casa o objeto danificado e devolve em domicílio também. Não titubeia na resposta quando questionado se vale realmente a pena mandar consertar uma sombrinha velha estampada com florzinhas descoradas ou um guarda-chuva-comum-todo-preto: "Claro! Eu cobro mais barato do que é um novo e as pessoas acabam pegando amor por aquele que elas têm". Ele mostra, orgulhoso, a pequena oficina onde há mais de 20 anos troca os ferrinhos e também inventa as suas artes, como as formas de assar pão feitas de latas inutilizadas de tinta. O homem, que tem 1,55m de altura, gosta do que faz.



2 comentários:

  1. Quase tão raro como enterro de anão...
    O que será que ele acha dos vendedores de guarda-chuvas que simplesmente brotam do nada quando o sol sai?

    ResponderExcluir
  2. Eu sou dois centímetros mais alta, mas me senti mal por jogar os guarda-chuvas no lixo, mas é aqui eles duram duas semanas, nem dá pra pegar amor.
    Linda foto, lindo texto.
    =)

    ResponderExcluir