Instagram

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Sobre paredes

Assumo: o tempo realmente tem passado. Percebo isso pela parede do meu quarto. Ela ‘nasceu’ cor de pêssego, aí foi pintada de verde clarinho e agora é branca, mas fica fácil constatar que existiram outras camadas não tão alvas, de anos não tão antigos. São dezenas de sinais de buracos, localizados em diversos locais onde tantas estantes estiveram. Na vida, a gente recorre várias vezes ao uso de massa acrílica, embora os consertos nos desconcertem.



5 comentários:

  1. Se tu tá ficando velha por causa da parede, o que resta pra mim, que já tenho um sobrinho que dá pé na piscina, outrora tão perigosa?! Envelheci e nem percebi...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu sobrinho ainda é baixinho para piscinas, mas já sabe tirar fotos... hehe.

      Excluir
  2. Ficou bem legal a prateleira da feirinha.
    Fran

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viu que a caixa de fósforo da Amélie que você me deu está em cima dela?

      Excluir
  3. Se ainda se questiona a altura dos sobrinhos... o que se dirá de envelhecer quando se olha os filhos?!?! Meu bebê fez 8 anos esses dias e já tira suas próprias conclusões sobre a vida... e o mais importante já da pé na piscina..rs.. acho que estou velhinha mesma. Adorei seu blog. bjs

    ResponderExcluir